16 de set de 2007

A Casa de Alice

Alice vive com o marido, a mãe e os três filhos adolescentes num modesto apartamento no centro de São Paulo. Em meio a uma crise conjugal e dificuldades de relacionamento entre os membros da família, Alice tenta administrar a vida e os afetos da melhor forma possível.

O principal problema com A Casa de Alice consiste na falta de foco do roteiro. A história se bifurca em várias subtramas e, justamente por tentar seguir vários caminhos, acaba não se aprofundando em nenhum deles. Podemos dizer que não há um desfecho para o filme, já que todos os personagens chegam ao final sem que tenham sofrido grandes mudanças em suas trajetórias. Talvez a intenção do roteiro fosse simplesmente mostrar um recorte na vida dessas pessoas. Mas foi inevitável a sensação de que muito pouco aconteceu em uma hora e meia de projeção. E o desenvolvimento dos personagens também não ajudou muito, já que eles seguem estereótipos manjadíssimos - o militar estúpido, o mororista de taxi mulherengo, etc. Em meio ao marasmo, salva-se a boa interpretação de Carla Ribas como Alice.

A Casa de Alice (idem), de Chico Teixeira, Bra/Esp/Hol, 2007. 90’

Première Brasil

Nota: 4,0

Ficha no Adoro Cinema

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...