31 de dez de 2007

Último do Ano

E eis que chegamos ao final de 2007! Para os internautas que não acompanham o blog desde sua criação, um pequeno retrospecto: o blog do Adoro Cinema foi criado originalmente com o objetivo de agilizar a cobertura do último Festival do Rio. Com o fim do evento (e a boa receptividade de vocês), foi mantido como um espaço aberto para comentar filmes, notícias, frases, situações, enfim, para abrigar tudo que não cabia no formato limitado das colunas.

E a experiência tem sido muito legal, justamente pela possibilidade de receber um retorno imediato dos leitores. Elogios, sugestões, concordâncias, discordâncias, puxões de orelha, perguntas, desabafos, tudo é sempre bem-vindo (tirando os insultos e ameaças de morte, é claro). Os pontos de vista mostrados nem sempre são de acordo com os da maioria, como pode ser visto na enxurrada de opiniões contrárias postadas sobre o filme P.S. Eu Te Amo. Totalmente válidas. As críticas aqui escritas expressam a opinião do colunista, que não pretende ser a única nem a melhor. E o debate saudável é um dos objetivos do blog.

O ano que termina foi bom também para o cinema nacional. Pelo menos três filmes excepcionais passaram por nossas telonas: Tropa de Elite, O Cheiro do Ralo e Batismo de Sangue. Além desta trinca, vale ressaltar o irreverente Saneamento Básico, O Filme, o belo Não Por Acaso, o divertido Podecrer!, o contundente Querô e o lírico A Via Láctea. E tudo indica que em 2008 o cinema brasileiro continuará dando o que falar, já que na próxima sexta estréia o aguardado Meu Nome não é Johnny (crítica do filme no Adoro Cinema).

No mais, escrevo este último post de 2007 satisfeita com o que já foi construído e ansiosa pelo que está por vir no próximo ano. Deixo os cumprimentos também em nome do Francisco Russo, que está viajando, mas logo estará de volta. E continuem participando. Sempre.

Bom Ano-Novo e até 2008!!!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...