15 de jun de 2008

A Outra



Não é de hoje que fatos históricos da Inglaterra são levados ao cinema. "A Outra" apresenta a história do nascimento da igreja anglicana, criada a partir da cisão do rei Henrique Tudor (Eric Bana) com o Vaticano, tendo como foco central a família Bolena. Ou melhor, o antagonismo existente entre as irmãs Ana (Natalie Portman) e Maria (Scarlett Johansson), esta última pouco citada pelos livros de história.

Pouco citada porque pouco se sabe sobre a história real de Maria Bolena. Aqui se usa o mesmo artifício de O Último Rei da Escócia, ao utilizar personagens verídicos em uma história fictícia. Ou pelo menos alterada, já que Philippa Gregory, autora do livro o qual o filme é baseado, deu enfoque maior ao triângulo amoroso entre as irmãs e o rei, recheado de intrigas e jogos de sedução. Diante disto a cisão com o catolicismo é mencionada como uma consequência sem grande importância, o que se por um lado tira do filme o caráter didático por outro faz com que ele se torne um drama banal de disputa amorosa.

Com figurino e direção de arte bem cuidados, algo básico em qualquer filme britânico de época, "A Outra" não traz grandes atrativos. O duelo entre Natalie Portman e Scarlett Johansson é vencido com sobras pela primeira, devido ao carisma de Portman e também ao ar quase sempre assustado de Johansson. Já Eric Bana faz do seu Henrique Tudor um rei teimoso e orgulhoso, que conduz sua vida e reinado de acordo com seus instintos e nada mais.

Como lembrança das aulas de história "A Outra" até tem alguma relevância, apesar destas mudanças sempre colocarem em dúvida a veracidade do que é exibido em cena. Como filme é apenas mediano.

Confira a ficha de A Outra no Adoro Cinema

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...