13 de mai de 2009

Desejo e Perigo

Wang é uma jovem que entra na faculdade de Hong Kong durante a ocupação japonesa na China. Lá ela se envolve com um grupo que faz teatro político, encenando peças que tentam incentivar a resistência chinesa. Quando o sr. Yee, um chinês que agora trabalha para os japoneses, se muda para o local, o grupo decide elaborar um plano para matá-lo, por traição à pátria. Wang é então infiltrada na casa deles, tornando-se amiga da sra. Yee. Aos poucos o sr. Yee demonstra interesse por ela.

A grande polêmica em torno de Desejo e Perigo é se as cenas de sexo são reais ou encenadas. E este é o lado mais intrigante do filme: é difícil responder a esta pergunta, pelo modo como Ang Lee as rodou. Lee busca sempre um ângulo que revele mais do que o usual em cenas de sexo no cinema, mostrando os corpos de Tony Leung e Wei Tang, protagonistas do filme, mas deixando dúvidas se é realmente real ou uma encenação muito bem feita. Não é como em Nove Canções, onde há certeza absoluta de que o sexo filmado foi real. Este mistério que ronda o filme é mérito do diretor, que, com habilidade, rodou tais cenas de forma que provocassem justamente esta dúvida.

Mas Desejo e Perigo não é apenas cenas tórridas de sexo. Pelo contrário, elas são mais complementares do que o eixo central do filme. A trama do grupo de estudantes contra o sr. Yee, e seu desdobramento ao longo de 5 anos, é o tema principal. Apesar de ser uma história até banal, Ang Lee consegue fazer com que jamais se perca o interesse pelo que está por vir. O clima de uma Hong Kong da época da 2ª Guerra Mundial é recriado através de uma bela cenografia e figurino. Há cenas muito bem feitas, como quando Wang precisa ser iniciada sexualmente, para que seu disfarce junto ao sr. Yee não seja desmascarado.

É na 2ª metade do filme que surgem as cenas de sexo, quando Wang e o sr. Yee enfim se aproximam. Surge então a pergunta relacionada ao título: até que ponto o sexo em si, apenas ele, mexe com o sentimento de uma pessoa? Wang está lá por causa de uma trama para matar o sr. Yee, mas não é insensível ao que acontece. A cena em que explica seus sentimentos aos integrantes da trama é reveladora neste sentido. Até que ponto ela pode se manter fiel à sua missão, renegando tudo o que sente? A luxúria pode se tornar algo mais significativo? Estes são os grandes questionamentos do filme, o objetivo ao qual toda a trama é conduzida.

Desejo e Perigo é um bom filme, muito bem dirigido por Ang Lee. Apesar de sua história iniciar de forma um tanto quanto simplória, ela cresce junto com o filme. Porém peca por terminar um pouco depois do que deveria, cerca de 5 minutos apenas. Um final em aberto seria mais interessante do que algo que mostrasse o destino dos personagens.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...